Intolerantes e alérgicos recorrem a uma forma muito simples de “fazer” leite e substituir em receitas, shakes e bebidas. É o leite vegetal.

Já falei do leite de amendoim aqui, e acredito que muita gente já tenha ouvido falar do leite de amêndoas, mas a natureza é tão linda que dá tudo o que a gente precisa e conseguimos fazer leite de váários vegetais. Então, resolvi juntar algumas receitas num só post pra ficar mais fácil de encontrar todas as informações de como fazer o seu leite vegetal caseiro. Olha só:

Leite de Amêndoas:

– 1 xícara de amêndoas (ou castanha da sua preferência)
– 4 copos de água filtrada

Modo de fazer: Primeiro: A castanha que você usar tem de ficar de molho por pelo menos 8 horas. Depois disso, jogue a água do molho fora. Coloque a castanha no liquidificador e adicione a água filtrada. Bata bem, coe com uma peneira e depois com pano limpo e está pronto!

O leite de amêndoas é rico em ferro, zinco e ômega 3 e 6 – gorduras boas que ajudam a diminuir o mau colesterol e elevar o bom. Esse mesmo processo por ser usado para fazer: Leite de castanha de caju, leite de castanha do pará, e outras.

Leite de avelãs

– 1 xícara de chá de avelãs
– 500 ml de água

Modo de fazer: Coloque as avelãs em uma frigideira. Em fogo baixo, vá torrando aos poucos as avelãs, até que as cascas comecem a se soltar. Em um pano, coloque as avelãs e esfregue para retirar a casca que sobrou. Cuidado para não se queimar.
Coloque as avelãs em um bowl e cubra com água. Deixe hidratar por, pelo menos, 1h (o ideal é deixar umas 8h). Retire as avelãs da água e coloque em um liquidificador com 500ml de água filtrada. Bata bem. Coe com um pano para um leite de avelã sem residuo ou, utilize um coador para um leite com um pouco de resíduo de avelã.

A avelã é rica em vitaminas: E, B, B1, B2 e B9, potássio, magnésio, cálcio, manganês e fósforo. Também tem flavonoides que ajudam a melhorar a circulação e saúde do cérebro. Assim como as amêndoas, contém gordura saudável que ajudam a proteger o coração.

Leite de Amendoim:

– 1/2 xícara de amendoim
– 2 xícaras de água

Modo de fazer: De um dia para o outro (tem que ser pelo menos 8h), deixe o amendoim de molho. Passado esse tempo, jogue a água fora, lave o amendoim e leve para uma panela. Cubra com água (o suficiente para cobrir só), e deixe ferver por 2 minutinhos (Esse processo é importante, se não o leite fica amargo).

Agora bata no liquidificador com 2 xícaras de água e coe. Tá pronto!

O amendoim é rico em resveratrol, um poderoso antioxidante, que impede que o colesterol LDL forme placas enrijecidas nas artérias.  Tem arginina, um aminoácido que, dentro do corpo, se transforma em óxido nítrico que relaxa as artérias e aumenta o fluxo sanguíneo e diminui a pressão arterial. É fonte de ácidos graxos monoinsaturados, as gorduras do bem – incluindo o ômega-3, tem grande quantidade de potássio, magnésio e vitamina E.

Leite de coco:

– 1 coco
– 5 copos de água

Modo de fazer: Tire a água do coco e depois quebre e retire a polpa (Tem a técnica de esquentar o coco na chama do fogão antes mesmo de quebrar, pra ficar mais fácil de retirar a polpa). Rale o coco e leve ao fogo em uma panela com a água. Quando começar a ferver, desligue.Bata no liquidificador por uns cinco minutinhos e pronto! Agora é só coar e usar.

*A água retirada do coco pode ser usada no leite também!

O coco é rico em ácido láurico e o monolauril, duas gorduras de rápida digestão que se transformam em energia. Também ajudam a regular o funcionamento da tireoide, acelerando o metabolismo. O ácido láurico tem propriedades antibacterianas, antifúngicas e antivirais, melhorando o sistema imunológico. 

Leite de Arroz:
– 2 xícaras de arroz integral cru, já lavado
– 800 ml de água filtrada

Modo de fazer: Deixe o arroz de molho por seis horas na água filtrada. Coloque o arroz com a água do molho no liquidificador e bata por quatro minutos. Leve ao fogo junto com o restante da água e deixe ferver. Coe a mistura usando uma peneira fina e deixe esfriar. Guarde na geladeira.

Esse é um um poderoso desintoxicante. O leite de arroz “descansa” os órgãos do corpo, tem proteínas, vitamina B1 e niacina, responsáveis pela transformação das proteínas e carboidratos em energia.

Leite de Aveia:

– 2 xícaras de aveia (em pó ou flocos de molho por 1 horas pelo menos)
– 4 xícaras de água (ou à gosto, se quiser mais ralo, coloque mais água)

Modo de fazer: Bata todos os ingredientes no liquidificador. Coe e pronto! coar com um pano (limpo!) e colocar em uma garrafa de vidro. Na geladeira, dura em média 3 dias.

A aveia é importante na alimentação dos diabéticos, pois contém fibras solúveis, que auxiliam no controle da glicemia. Também atua na proteção do coração e é rica em cálcio, ferro, magnésio, vitaminas do complexo B e por conter fibras, facilita o fluxo intestinal.

Dica: Para receitas salgadas, você pode usar ele assim mesmo, sem nenhum outro ingrediente, puro. Os temperos da receita farão a mágica. O leite de aveia tem o mesmo efeito do amido de milho. Sob cozimento, ele engrossa. Você consegue, por exemplo, fazer um delicioso estrogonofe com ele! Faça testes acrecentando mais ou menos aveia na hora de bater no liquidificador. Assim, você terá leites mais densos para pratos mais cremosos.

Se o seu objetivo é ter um leite para beber com achocolatado ou consumir com granola, por exemplo, tente acrecentar uma colher de chá de essência de baunilha e açúcar a gosto durante o processo no liquidificador. (Fonte: Cantinho Vegetariano)

Opcional: Acrescente uma colher de chá baunilha (se for a fava, melhor ainda). Pode adoçar a gosto

Leite de Quinua:

– 2 colheres de quinoa em grão
– 250 ml de água

Modo de Preparo: Ferver a quinoa por 5 a 10 minutos. Jogar a água fora. Voltar a colocar 250 ml de água. Esperar levantar fervura, desligar e bater no liquidificador. Coar em peneira bem fina, para obter o leite.

Por conta do seu alto valor nutrititivo, a Quinua é comparada ao leite materno. É riquíssima em proteínas e, segundo os antigos incas, o alimento mais rico do planeta em aminoácidos e vitaminas.

Leite de inhame:
– 1 inhame japonês pequeno
– 1 xícara de água mineral.

Modo de fazer: Descasque o inhame, corte-o em pequenos pedaços e bata-o no liquidificador com a água. Agora é só coar com um pano limpo. Tá pronto pra ser usado!

O inhame é rico em vitamina B6, que ajuda a reduzir os riscos de doença cardíaca, é fonte de potássio, contém amido e fibras solúveis que ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue (baixo IG). Ajuda a fortalecer o sistema imunológico, é desintoxicante. Tem vitamina C, cálcio, ferro e outros. 

Todos os leites devem ser guardados em garrafinhas de vidro e conservados na geladeira. Duram 3 dias. 😉

Quer mais opções? No Cantinho Vegetariano tem! 😉