O que é carboidrato? Porque consumir? E quais são suas funções no organismo?

Carboidrato (CHO) é uma energia produzindo nutriente, é composto por carbono, hidrogênio e oxigênio. O principal papel do CHO na dieta é fornecer energia para as células, especialmente do cérebro, que é o único órgão glicose-depende. A recomendação diária de CHO para um adulto H/M é determina pelo Institute of Medicine (2002) que 45– 65% da sua alimentação sejam provenientes de CHO.  O calculo é simples ->

*Se o Nutricionista prescrever no plano alimentar o consumo médio de 2000kcal/dia, utilizando cerca 60% (dessas 2000kcal) de CHO o consumo diário de CHO fica estimado (calorias) em 1200kcal.

Funções:

  • Principal fonte de energia para o organismo;
  • Regular o metabolismo protéico (poupando a utilização das proteínas para energia);
  • Necessários para o funcionamento normal do sistema nervoso central;

O CHO para o organismo é fundamental, porém é necessário consumir em quantidades suficientes. E quem sabe o suficiente? Haaaaaaaaaa Nutriiiiiiii =D

***A Dieta Low Carb

O conceito: “Low Carb – Baixo Carboidrato” preconiza a redução do consumo diário de CHO, ainda utiliza na dieta CHO com baixo índice glicêmico (aqueles alimentos cuja glicose (açúcar) é absorvida em uma velocidade mais lenta. Ex: batata doce), CHO ricos em fibras e ainda utilizam as gorduras boas (como fonte de energia – basicamente o conceito é esse).

O métodos low carb, utilizam cerca de 45% a 5% de CHO na dieta (diferente da lá de cima que é 45-65%). É importante ressaltar que a redução extrema de CHO, algo abaixo de 40%, até proporciona o emagrecimento, porém ele não será saudável e pode ter uma série de consequências graves para a saúde.

***Este método contribui para o emagrecimento saudável ao sugerir que a alimentação priorize os carboidratos de baixo índice glicêmico. Isto porque quando um carboidrato é ingerido ele tem a glicose que será utilizada pela célula para obter energia. 

Na alimentação, quando existe excesso de glicose, ela é estocada em forma de gordura e se for utilizada antes da próxima refeição não existe aumento do peso. Para que o organismo consiga queimar a gordura estocada é preciso liberar um hormônio chamado glucagon (que fica guardadinho no fígado) que irá retirar essa energia estocada à “Quando a dieta é rica em alimentos com alto índice glicêmico (macarrão, pão branco, arroz branco, bolo recheados, doces e etc), ocorrem muitos picos de insulina e às vezes eles são tão altos que o glucagon nunca é liberado“. Sem o glucagon a gordura que está estocada não é queimada e não há redução de peso. O CHO pode ser aliado na redução de peso quando consumido de forma correta.

As melhores fontes de CHO são aquelas que possuem fibras (arroz, pães, biscoitos, frutas e macarrão integral) as Fibras prolongam o tempo que o alimento fica no estômago e quando chega ao intestino diminui a velocidade de absorção de glicose e assim não há picos de insulina.

Dietas que sugerem uma redução extrema de carboidratos podem provocar uma série de problemas para a saúde, sendo eles:

  • Diminuição no metabolismo basal – o que dificulta uma redução de peso;
  • Passa a utilizar as proteínas como fonte de energia;
  • Dor de cabeça;
  • Sono excessivo durante o dia ou falta de sono à noite;
  • Déficit de atenção;
  • Oscilações de humor;
  • Prisão de ventre;
  • Cansaço e falta de disposição.

A dieta low carb propõe a ingestão de alimentos que contam com carboidratos de índice glicêmico baixo ou moderado e que também sejam ricos em fibras. Porém, outras mudanças também são essenciais para uma alimentação saudável. Procure ingerir mais: carnes magras, aves e peixes, vegetais e frutas, oleaginosas e grãos e lembre-se sempre: Todo nutriente é essencial para nosso organismo desde que, consumido em quantidade e qualidade suficientes.

E agora, como a nutri aqui é muito boazinha, UMA RECEITINHA!

Bolinho proteico e low carb de espinafre

muffins de espinafre low carb

Créditos da foto: http://cozinhaeliteratura.blogspot.com.br/

Ingredientes:
– ½  xícara de farinha de arroz
– ½ xícara de farinha de linhaça;
– 3 ovos;
– 100g carne moída refogada;
– 1 colher (sopa) fermento em pó;
– ½ xícara de leite de castanha (aqui tem receitas)
– 1 maço de espinafre (somente as folhas);
– 2 dentes de alho;
– 1 cebola picadinha.

Modo de preparo:

Refogue a cebola e o alho, acrescente as folhas de espinafre, deixe secar, refogando bem. Enquanto isso bata (pode ser com um fouet) os ovos com uma pitada de sal, acrescente o leite de castanha, farinha de arroz e linhaça e por fim o fermento. Adicione as folhas de espinafre com a cebola e alho refogados.
Unte as forminhas que for usar. Coloque metade da massa nas forminhas e acrescente 1 colher sobremesa da carne moída refogada, cubra com a massa. Repita o processo até acabar. Leve ao forno pré-aquecido (180°C) por cerca de 30 minutos.

Prontinho, agora você tem uma opção de lanche da manhã, tarde ou ceia para seguir o seu plano alimentar e manter o corpinho.