Há algum tempo tenho sentido alguns sintomas estranhos (dores de barriga, queimação, dores de cabeça, entre outros) e na semana passada, ficaram um pouco mais fortes, então, resolvi marcar com minha nutri, Ana Paula Gluck Karan para fazermos o Food Detective (já falamos sobre ele e outros testes de intolerância e alergias aqui nesse post, da nutri do blog, Débora Souza)

Mas, recapitulando:
Ele detecta reações fracas, médias e fortes para 59 alimentos e o resultado sai em minutos. É uma picadinha no dedo, uma gotinha de sangue e nada mais. Ou seja: nada de ficar 2 horas no laboratório tomando lactose (eca) e depois passar suuuuper mal por conta da reação.
O exame foi desenvolvido e produzido por Cambridge Nutritional Sciences Ltda. (OMEGA Group-UK) e o resultado demora aproximadamente 40 minutos, é seguro, simples e fácil de executar.
Claro que, se você já excluiu um alimento da sua rotina, o seu corpo não está produzindo anticorpos para reagir a ele, então, é provável que o exame não detecte, ok?!

Então, eu fui com o pensamento positivo em: ovo não, cacau não! ovo não, cacau não! Porque gente, sou um lagarto e né… Ficar sem chocolate também não é nada legal, rsrs. MAS, nada é perfeito nessa vida.
Saí do consultório e mal cheguei na loja a Ana já me ligou para passar o resultado, que é esse da foto:

detective
Os quadradinhos azuis escuros são os que devo EVITAR:

LEITE.
Mas Aline, você toma leite?! Não, não tomo por conta da intolerância a lactose (sim, eu sei que são coisas diferentes, mas optei por cortar o leite de vaca no meu dia-a-dia).
E porque reagiu? WHEY PROTEIN. :(
Esse eu tomo todos os dias (tomo o hidrolisado, já falamos sobre isso nesse post aqui)
Raramente uso os produtos ‘lacfree’, só quando viajo ou alguém prepara algo naquela super boa vontade usando algum produto ‘lacfree’, se não, não sinto falta.

Os quadradinhos do meio são os que devo REDUZIR:
– Castanha do Pará
– Ovo (Mundo cruel! :( )
– Mix de leguminosas (lentilha, ervilha e feijão)
– Fermentos e leveduras (entra: cerveja e vinho tbm :( )

Os azuis beeem clarinhos são os que devo OBSERVAR:
– Trigo*
– Castanha de caju

**Alimentos com trigo não necessariamente são alimentos com glúten. O trigo sarraceno por exemplo, não tem glúten

É nessas horas que a gente corta os pulsos?
Não, não é não! rsrs
Nessas horas a gente tem que usar a criatividade na hora de cozinhar. 😉
O kit do exame vem com um guia que mostra substituições para os alimentos testados, então, a gente coloca a mão na massa e segue em frente.
guia

Funciona assim:
Por 90 dias eu devo cortar esses alimentos e depois desse tempo, rodiziar. Comer a cada 4, 5 dias para o organismo não se sentir agredido.

O leite eu esperava. Logo que descobri a intolerância fiz um teste de alergia e deu um sinalzinho, mas a médica na época só pediu pra eu observar e se sentisse algo, iríamos repetir. Como cortei o mal pela raíz e não comi mais nada com leite, não observei nada – até agora.
E vou substituir o Whey pelo que?
Proteína vegetal – mas só posso usar a de arroz. Na hora, me veio na cabeça a Pea Protein, que é de ervilha, mais em conta e mais fácil de encontrar, mas né… reagiu também.

Então, preparem-se para ver receitinhas um tanto diferentes por aqui por um bom período. Lá vamos nós, mais uma vez, no desafio da cozinha cheia de saúde!

Se você ficou curioso, lembrou de algum sintoma que sente quando come algo ou quer saber se tem algum alimento que possa estar te fazendo o mal, recomendo o teste de olhos fechados.
A Ana é super atenciosa e dá toooooda a orientação durante a consulta e depois do resultado, ajuda a gente a entender essas reações do nosso organismo, enfim, quem quiser marcar, esses são os contatos da clínica:

(45) 3523-3196/ (45) 3025-5005
Endereço: Av. Brasil, 1835 – Centro (Junto com a Oftalmofoz)
Foz do Iguaçu – PR
Site:http://nutrianapaula.com.br