O papo aqui hoje é sério. Vocês já repararam que boa parte das receitas que eu posto é doce, certo?

Pois bem, já fui pior. Hoje sou do tipo.. se não tem, fico com vontade, se tem morro comendo. (Com um pouco de exagero, claro). Todo mundo gosta de um docinho, claro que sim. Mas quando é demais, pode ser sinal de que algo no organismo não está muito bem.

No ano passado, suplementei cromo. Não fiz por conta. Fiz exames e a nutricionista daquela época viu que meu nível de cromo estava zero. E agora é sem exagero. Tomei as cápsulas manipuladas e por um tempo, aquela vontade doida de coisa doce, passou.

Há algum tempinho, reparei que voltou. Pensei no cromo, mas como já havia suplementado, achei que fosse só a lombriga que mora em mim, mas não. Fiz novos exames com a nutri nova e de novo, o bendito cromo deu quase nada. Vamos novamente suplementar.

Mas afinal, o que é o picolinato de cromo?

O cromo é um mineral que tem como função mais conhecida diminuir a vontade de comer doce desesperadamente.Isso porque ele potencializa os efeitos da insulina, reduz gordura corporal e promove a sensação de saciedade.

Então.. pera! Vou ali comprar um pra mim e já volto!

Não gente, não é assim. A procura pelo mineral em lojas de suplementos alimentares aumentou, porque ele ajuda no processo de emagrecimento. Mas, ele é suplemento, não é milagre e a ingestão exagerada pode prejudicar o funcionamento dos rins.

O ideal é que ele seja recomendado por um nutricionista, que vai geralmente mandar manipular pra que a dose seja a correta para a sua necessidade, e também vai determinar o período que ele precisa ser tomado.

Além disso, pra que seus objetivos sejam alcançados, a sua dieta precisa estar adequada, a frequência de atividades físicas precisa ser regular.

Onde encontrar cromo nos alimentos ?

Na natureza é possível encontrar o cromo em vegetais escuros, tipo o brócolis (#brocóliséamor!), maçã com casca, nozes, espinafre, cereais integrais, cogumelos, ameixa, fígado, e outros.